amc3
Política

Bolsonaro anunciará saída do PSL na terça-feira

.

11/11/2019 16h35
Por: Redação Giro da Noticia

O presidente Jair Bolsonaro irá se reunir com a bancada do PSL nesta terça-feira (12), em Brasília. Segundo aliados, ele anunciará que deixará a sigla na qual foi eleito presidente da República em 2018. Em entrevista ao site O Antagonista, Bolsonaro disse que a decisão de sair do partido já está tomada. A coluna confirmou com o deputado Bibo Nunes (PSL-RS) que este será o tema do encontro desta terça-feira (12).

— O presidente Jair Bolsonaro vai sair, vai ficar independente em um primeiro momento. Eu também irei anunciar amanhã (a saída) por que, de fato, eu já estou fora do PSL.

De acordo com Bibo Nunes, o advogado do presidente, o ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga, deve entrar ainda nesta semana com uma ação de justa causa no TSE para que os parlamentares possam deixar o PSL sem perder o mandato e ainda ter direito ao fundo partidário e ao tempo de TV. A coluna conversou com os demais deputados gaúchos que fazem parte da bancada federal do PSL. O deputado Ubiratan Sanderson confirmou a reunião, mas afirmou que não foi informado do tema do encontro. Ele afirma, entretanto, que acompanhará o presidente:

— Se realmente confirmar que ele vai sair do PSL, eu o acompanho. Mas precisamos de uma autorização judicial para seguirmos com o mandato. Inclusive, a ação que se estuda entrar no TSE irá pedir uma concessão de liminar para que possamos deixar o partido.

O deputado Marcelo Brum afirmou que irá esperar a reunião com Bolsonaro para então anunciar uma decisão, mas ressalta que é "evidente" que está com o presidente. Já o deputado Nereu Crispim, identificado com a ala do presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, irá continuar na sigla:

— Eu vou seguir no PSL. É bom ressaltar que seguirei votando as pautas do presidente. Não vai mudar nada. As pautas do PSL são as pautas do presidente Bolsonaro, o liberalismo, a desburocratização, a redução da máquina pública. Isso não muda. 

A ala bolsonarista do PSL conta com cerca de 29 parlamentares, desses, Bibo acredita que pelo menos 25 devem sair do partido. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, deputados abertamente dissidentes, como Joice Hasselmann (SP) e Delegado Waldir (GO), não foram convidados para a reunião, assim como o senador Major Olímpio (SP).

 

 

*com informações do site gaúchazh

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.