amc3
b5
Cachoeirinha

EPPO promete revitalizar o processo de coleta de lixo automatizada em Cachoeirinha

.

23/09/2019 13h54
Por: Clairton Borba

Na manhã desta terça-feira, 17 de setembro, o prefeito de Cachoeirinha, Miki Breier, recebeu o presidente da empresa EPPO, José Carlos Ventre, e o gerente comercial Júlio César Oliveira, para tratar sobre a coleta de lixo automatizada no município. A EPPO é a nova empresa que realizará o serviço na cidade e já está atuando em alguns pontos em que os contêineres foram substituídos. O processo deve ser concluído e a nova empresa executar 100% da coleta automatizada até o dia 28 de setembro.

O prefeito reforçou que a mudança na prestadora do serviço de coleta automatizada visa à economia, já que agora o valor pago será por geração de tonelada de lixo, e também à qualidade, visto que os novos contêineres são europeus, com material mais leve e de fácil manuseio. “Estão sendo colocados 250 contêineres novos. Até o final da tarde de hoje devem chegar mais 250 na cidade, que serão distribuídos nos próximos dias. No total, serão mil contêineres”, apontou Miki.

A empresa EPPO atua há 30 anos no mercado de gestão de resíduos sólidos e na construção civil. A organização tem atividades por todo o Brasil e Cachoeirinha será a primeira cidade do Rio Grande do Sul. “É um orgulho e um desafio inciarmos nosso trabalho aqui no município, queremos de fato revitalizar o processo de coleta de lixo em Cachoeirinha”, declarou Ventre. O presidente da EPPO também garantiu que o serviço não será interrompido, caso aconteça algum atraso no pagamento – situação recorrente na maior parte das prefeituras.

O gerente comercial da EPPO afirmou que inicialmente, não haverá alterações nos dias e rotas da coleta, mas que após 60 dias, a periodicidade poderá mudar, de acordo com a demanda. “Serão quatro caminhões recolhendo o lixo, o que vai gerar cerca de 60 empregos” pontuou Oliveira. Interessados podem encaminhar o currículo no Sine de Cachoeirinha.

Em conversa com a imprensa local, os representantes da EPPO revelaram ainda que a empresa investiu em estudos técnicos na área da limpeza pública, que foram encaminhados ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), a fim de fazer uma Parceira Público-Privada (PPP) de limpeza pública em Cachoeirinha. “Já temos PPPs deste tipo em cidades como Itu, Cabreúva, Itapira, São Roque, entre outras. É uma maneira de o poder público diminuir o investimento na limpeza para poder investir em outras áreas”, argumentou Ventre.

 

Texto de: Andressa de Bem e Canto /Diretoria de Comunicação Social/PMC/Edição de: Gisele Ortolan /Diretoria de Comunicação Social/PMC

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
CachoeirinhaCachoeirinha - RS População Total (2010): 118.278 habitantes Área: 44 km² Densidade Demográfica (2010): 2.687,04 hab/km² Taxa de urbanização (2003): 100,0 % Taxa de analfabetismo (2003): 4,51% Expectativa de vida ao nascer (2000): 72,60 anos PIBpm (2004): R$ 1.849.747,00 PIB per capita (2004): R$ 10.421 Data de criação: 15/05/1966 (Lei n.° 5090/66) Número de eleitores (2006): 87.200 - 14º colégio eleitoral do Estado Características do eleitorado > 41.741 homens > 45.459 mulheres > 1.754 analfabetos
Porto Alegre - RS
Atualizado às 02h09
17°
Céu encoberto Máxima: 20° - Mínima: 15°
17°

Sensação

22 km/h

Vento

72%

Umidade

Fonte: Climatempo
121
141
ron2
as2
as3
amc2
Últimas notícias
iasmim1
Mais lidas
zago1
Astac1
amc3