b5
amc3
Gravataí

Projeto visa prevenir e combater o AVC

.

06/09/2019 14h53
Por: Moises Pacheco

De autoria do vereador Airton Leal (PV), o projeto de lei n° 92/2019 foi apresentado na Câmara de Gravataí. A emenda quer instituir no município a semana de prevenção e combate ao Acidente Vascular Cerebral (AVC).

A semana municipal de prevenção ao combate ao AVC, em Gravataí, deverá coincidir com o dia 29 de outubro, data comemorativa ao dia mundial de combate ao acidente. Será organizada uma programação específica de atividades que serão desenvolvidas pelos órgãos públicos municipais de atenção à saúde, esporte e de assistência social, com apoio do Conselho Municipal de Saúde. As mesmas terão orientação da comissão da área composta por entidades governamentais, sociedade civil, instituições de ensino superior e instituições técnicas em saúde.

O objetivo do projeto é, segundo Airton, “informar e esclarecer a população sobre a importância da saúde cerebrovascular”. O texto aguarda parecer da Comissão de Justiça e Redação e da Comissão de Saúde antes de ser analisado no plenário pelos vereadores.

O acidente vascular cerebral (AVC) é a doença que mais mata no Brasil e a que mais causa incapacidade no mundo: cerca de 70% das pessoas que sofrem um derrame não retorna ao trabalho depois do acidente vascular cerebral e 50% ficam dependentes de outras pessoas no dia a dia. Apesar desses números preocupantes, muita gente ainda têm dúvidas sobre o assunto e desconhece as principais causas, sintomas e maneiras de prevenir essa enfermidade.

O AVC acontece quando o suprimento de sangue que vai para o cérebro é interrompido ou drasticamente reduzido, privando as cédulas de oxigênio e de nutrientes. Ou, então, quando um vaso sanguíneo se rompe, causando uma hemorragia cerebral. Entre as causas dessas ocorrências, estão a malformação arterial cerebral (aneurisma), hipertensão arterial, cardiopatia, tromboembolia (bloqueio da artéria pulmonar).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.