b5
amc3
Saúde

Prefeitura de Gravataí lança campanha Setembro Amarelo

.

03/09/2019 12h38
Por: Moises Pacheco

Junto com o início de setembro, começa a campanha de valorização à vida - o Setembro Amarelo. Neste mês, o objetivo é conscientizar a população sobre a importância da saúde mental. A Prefeitura de Gravataí, por meio da Secretaria da Saúde (SMS), realizou solenidade de abertura da campanha, que aconteceu nesta segunda-feira, 02, no Sindilojas de Gravataí. 

"É muito importante que o Poder Público se integre a campanhas tão importantes como esta que valoriza a vida e trabalha pela prevenção do suicídio. Como dizia Charles Chaplin, a vida é muito para ser insignificante. Nós precisamos debater este tema e entender a responsabilidade de cada um com o cuidado do paciente depressivo. Precisamos ampliar nosso olhar para aquele que está sofrendo, precisamos saber ouvir e identificar os riscos", disse o prefeito Marco Alba.

Em Gravataí existem grupos descentralizados, que mensalmente acolhem, atendem e tratam pessoas com transtorno de ansiedade, estresse, depressão e outros. No município, há três Centros de Atenção Psicossocial: CAPS II, CAPS AD (álcool e drogas) e o CAPS i (crianças e adolescentes), que juntas contabilizam aproximadamente dois mil atendimentos todos os meses.  Esses acolhimentos incluem administração de medicamentos (quando necessários), atendimento em grupo e participações em oficinas terapêuticas.

"Qualquer mudança de hábito ou de comportamento, como isolamentos repentinos, devem ser observados pelos familiares ou amigos mais próximos. É importante que possamos trabalhar na prevenção para evitar novos casos de suicídio. Por isso, existe a importância do diálogo dentro das famílias, uma conversa franca e aberta, sem pré-julgamento e norteada pelo amor e pela resiliência. O suicídio é um problema de saúde pública e precisamos, cada vez mais, formar uma rede de proteção", esclareceu o secretário Municipal de Saúde Jean Torman.

Homenagens que motivam

Com intuito de sensibilizar a população e os servidores públicos sobre a importância das ações voltadas à valorização da vida e à prevenção, o secretário substituto da Saúde Reisson Ronsoni dos Reis homenageou profissionais e voluntários de Gravataí que se destacaram nesta temática. Berenice Freitas da Silveira (assistente social do CAPS I), Alayde Pilla Barcellos (psiquiatra do CAPS II), Rosa Liane Gallas Duarte (psiquiatra do PAM), a SMASP (pelo apoio nas ações), Luiz Fernando Silva da Silva (cidadão voluntário), Genandra Raquel Folgiarini da Silva, Letícia Dias Wolf Duarte e Simone Carrion Braz (enfermeiras e técnica de enfermagem da USF Águas Claras), Elia Eli Mercolis Cardoso (assessora do gabinete da SMS), Renata Ingrid Schulz Zomer (coordenadora do CAPS AD) e Gerson Paulo Jung (psicólogo do CAPS II) receberam uma menção especial de reconhecimento nesta edição do Setembro Amarelo.

Pedido de socorro com final feliz

Na tarde de sexta-feira, 30, a Secretaria Municipal de Saúde recebeu uma ligação atípica. Tratava-se de uma mãe a beira de cometer um suicídio. "Ela estava irredutível a qualquer auxílio via telefone. Então, conseguimos um novo contato, mas agora é o filho, menor de idade, que está do outro lado, pedindo ajuda. Enquanto nossa servidora, Elia Eli Mercolis Cardoso, mantinha contato com a residência, a Unidade Saúde da Família (USF) Águas Claras e a Guarda Municipal estavam sendo acionadas. As equipes então prontamente preparam-se para deslocamento. Os servidores da USF contaram ainda com a ajuda de um munícipe, Luiz Fernando Silva da Silva, que, coincidentemente, terminava de trocar o pneu de seu veículo em frente à unidade. A técnica de enfermagem, Simone Carrion, foi primeira heroína a ingressar no imóvel após ter seu acesso à casa franqueado pela criança. Assim, o preparo e a agilidade dos profissionais contribuíram para que conseguissem chegar a tempo de evitar a tragédia", contou Reisson Ronsoni dos Reis.

Expectativa da organização

De acordo com psicóloga Fernanda Cesa Ferreira da Silva Moraes, os organizadores do Setembro Amarelo em Gravataí esperam, através das ações da programação, sensibilizar a população sobre a importância da campanha. "O grupo de trabalho está promovendo atividades que possam contemplar a prevenção do suicídio em todas as faixas etárias. Enfatizamos, também, a expressiva participação das escolas, visando investir fortemente no tema da saúde mental na etapa da infância e adolescência. A rede de atenção à saúde mental em Gravataí é muito potente, composta por profissionais que se comprometem com o cuidado genuíno do outro. Juntos, tornamos possível pensar em alternativas que vão além do ponto final", disse.

Quem cuida da mente, cuida da vida!

Para melhoria da qualidade de vida da população, a Prefeitura oportuniza grupos de saúde mental integral em toda a cidade. A terapia é conduzida pelos especialistas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), nos Serviços Especializados - Centros de Apoio Psicossocial (CAPS) e em entidades e associações parceiras.

O movimento

O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. No Brasil, foi criado em 2015 pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), com a proposta de associar à cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro). A ideia é pintar, iluminar e estampar o amarelo nas mais diversas resoluções, garantindo mais visibilidade à causa.

 

 

 

Texto e fotos: Giulliano Pacheco

  • Prefeitura de Gravataí lança campanha Setembro Amarelo
  • Prefeitura de Gravataí lança campanha Setembro Amarelo
  • Prefeitura de Gravataí lança campanha Setembro Amarelo
  • Prefeitura de Gravataí lança campanha Setembro Amarelo
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.