Astac1
amc3
b5
Economia

Bolsonaro diz que Coaf pode ser vinculado ao Banco Central

.

09/08/2019 11h00
Por: Moises Pacheco

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (9) que o governo poderá vincular o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) ao Banco Central a fim de tirar o órgão do "jogo político". Bolsonaro deu a declaração em entrevista na saída do Palácio da Alvorada, antes de participar de uma cerimônia no Clube do Exército.

O presidente foi perguntado sobre eventuais mudanças no comando do Coaf, que atua no controle da lavagem de dinheiro e que atualmente está na esfera do Ministério da Economia. “É natural, em indo para Economia, que tenha alguma mudança. O que nós pretendemos é tirar o Coaf do jogo político, pretendemos”, disse.

Perguntado se o órgão poderá ser vinculado ao Banco Central, cujo presidente Roberto Campos Neto tem status de ministro, o presidente confirmou a possibilidade. “Exatamente, já está sabendo, é vincular ao Banco Central. Tudo onde tem política, mesmo sendo bem-intencionado, sempre sofre pressões de um lado ou de outro. A gente quer evitar isso daí. Isso não é desgaste para mim nem para o Moro. Coaf lá, porventura, caso vá para o Banco Central vai fazer o seu trabalho sem qualquer suspeição de favorecimento político”, explicou Bolsonaro.

Segundo o presidente, caso a mudança seja confirmada, caberá ao ministro Roberto Campos escolher o comando do Coaf. O atual presidente do conselho, Roberto Leonel, foi indicado pelo ministro Sergio Moro quando o órgão ainda era vinculado ao Ministério da Justiça. Por decisão do Congresso Nacional, o Coaf retornou em maio à estrutura do Ministério da Economia.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.