amc3
RS

RS | Duplicação da ERS-118: uma novela perto do fim

.

30/07/2019 17h05
Por: Redação Giro da Noticia

Em 2019, as obras de duplicação da ERS-118 completam 13 anos. Infelizmente, é um daqueles tristes capítulos de uma novela do tipo mexicana, dramática e que já cansou a sociedade gaúcha. Na verdade, o projeto original começou a ser idealizado há mais de duas décadas!

Ao longo dessa espera agoniante, houve muitas promessas e poucos resultados efetivos. Até aqui, já foram investidos mais de R$ 220 milhões por quatro diferentes governos.

Cerca de 70% dos serviços nos 21,5 quilômetros – do entroncamento com a BR-116, em Sapucaia do Sul, ao acesso à freeway, em Gravataí – estão concluídos. Apesar disso, na prática, a vida de quem trafega pelo trecho ainda segue difícil e conturbada.

No entanto, as perspectivas são promissoras. Recentemente, anunciamos a retomada das obras, com a liberação de R$ 131 milhões para a duplicação da rodovia – mediante financiamento do BNDES.

Os valores são suficientes para o término de todos os serviços pendentes. Logo, o problema financeiro, principal entrave para entregarmos à população as obras, está resolvido. A partir de agora, montaremos um cronograma de trabalho para executar as atividades de forma ininterrupta.

O governador Eduardo Leite definiu esse projeto como prioridade, então montamos um estudo técnico e criterioso, junto ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), para sua conclusão até dezembro de 2020.

Uma vez entregue, a ERS-118 duplicada resultará não apenas no desenvolvimento da economia, mas também em uma melhor qualidade de vida às pessoas que se deslocam entre os principais municípios da Região Metropolitana. Será uma alternativa à BR-116 e uma importante ligação com a freeway. Todos ganham.

O Rio Grande do Sul precisa de políticas públicas duradouras para garantir a segurança e o bem-estar de quem circula por nossas estradas. Trabalhamos muito para proporcionar caminhos melhores aos gaúchos. Com novas façanhas, eliminaremos obstáculos para o Estado crescer.

Por Jovenir Costella/Secretário de Logística e Transportes

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.